Concurso de Poesia de Resistência

“Poderão cortar todas as flores mas não poderão deter a primavera”

Pintura de Clara Rabbani (16 anos). Aquarela inspirada nas palavras do poeta Pablo Neruda.

Pintura de Clara Rabbani (16 anos). Aquarela inspirada nas palavras do poeta Pablo Neruda.

Agradecemos a todos que participaram em nosso concurso de poesia.

Foram enviados mais de 250 poemas de 12 países: Brasil, México, USA, Índia, Paquistão, Espanha, França, Inglaterra, Moçambique, Kenia, Filipinas e China. Foi uma honra e prazer ler tantos poemas de qualidade dos jovens ao redor do mundo. Depois de 2 semanas deliberando, um grupo de 10 juizes, membros do clube de justiça social, e poetas locais, selecionaram os melhors 13 poemas para serem enviados ao campeão mundial de poesia slam, Joaquin Zihuatanjeo.

Os resultados seguem abaixo:

Primeiro colocado: “Between Dawn and Indigo” de Joanna Lau, Nova York, USA

Segundo colocado:Baba in My Dream” de Ava Minu-Sepehr, Oregon, USA

Terceiro colocados:Thanksgiving” de Chloe Rosenstock, California, “Fruit Fly Thoughts” de Krisi Desai, Nova Jersey, USA

Arma das Minorias” de Priscila Oliveria Nascimento, Boquim, Sergipe, Brasil.

Parabéns aos ganhadores! Vários poemas também foram selecionados para publicação em uma antologia ilustrada. Os autores selecionados serão contatados individualmente.